Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 31 de julho de 2015

A Biblioteca Cresceu #4 - Julho

Olá!!!

Cá venho eu, no último dia do mês, com os livrinhos que comprei neste mês de Julho.


E da WOOK trago o livro Orgulho e Preconceito nesta edição linda da Civilização Editora. Esta colecção até faz os olhos brilhar!
E o outro livro foi o livro Liga-me. Uma pechincha de 5€.
 


Em segunda mão vieram os dois volumes que me faltavam da série Millenium. Só tenho pena é de não serem da mesma edição.



Da Bertrand Online, aquela encomenda que me está a dar uma dor de cabeça do caraças, veio o livro Amor Cruel com a oferta do livro Um Anjo da Guarda que, por sua vez, trazia a oferta de um saco.



Também encomendei o livro A Minha Vida é Um Filme - A Estreia, da Paula Pimenta. O livro estava com 10% de desconto + 30% em cartão (valor esse que estou a ver por um canudo).




Já da loja física da Bertrand, trouxe o livro Younger - Mais uma Oportunidade. Conhecem a série Younger? É o livro da mesma ;)




E para finalizar, numa voltinha que eu fui dar à feirinha do Via Catarina, este livrinho não só chamou a minha atenção por estar curiosa sobre ele, mas também pelo fantástico preço com que estava. Ele estava um bocadinho sujo, mas nada que algodão e álcool não resolve-se. O Circo dos Sonhos já está como novo! ;)







E pronto, estas foram as minhas comprinhas deste mês.



E vocês, que livros compraram? Já leram algum destes? E que acharam?

Beijinhos, boas leituras e até já! :)

Agosto, o regresso dos emigrantes

E é já amanhã. É já amanhã que volto a ter a casa cheia. A mesa deixará de ser posta para 3 pessoas e passaremos a ser 7.
Mas será por poucas horas. Porque, no domingo, só duas pessoas se sentarão à mesa. E assim será durante a próxima semana.
Mas depois eles voltam! E a mesa será. De novo para 7 pessoas.

É tão bom o mês de Agosto... Gosto da confusão e de matar saudades. Gosto de ver uma mesa cheia!

Mas, por agora, resta-me somente lhes desejar uma boa viagem. E continuar com esta azáfama de arrumar tudo e ter tudo limpo, pronto e cheiroso para eles.
As minhas costas reclamam. Reclamam muito! É certo que já tive que tomar comprimidos para as dores. Mas tenho que pensar que é por uma boa razão.

Os emigrantes vêm aí!!!

E, se Deus quiser, para o ano serei um deles.

cadê o temporal?

ontem deram o alerta na televisão para o mau tempo. Chuva e trovoada, diziam eles, até às 9h.
E eu cá pensei "dormir ao som da chuva. Que boooom!!! Adoro!"
Às 10h começa a dar trovões. Espreito lá fora e estava a chover, mas nada demais. Trovões foram fortes sim, mas só contei 4.
uma tristeza... Qual adormecer a ouvir a chuva, qual quê... Não tive direito a nada.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Que soneira...

Ontem estava com uma dor horrível nas costas. Vai daí, tomei os comprimidos que o médico me receitou. Mas já era quase meia noite. E tomei os dois juntos. E não estava a conseguir adormecer.

Resultado: Estou com os olhos inchados, cheia de sono, a dormir em pé...

Lembrem-me de nunca mais repetir tal coisa!

quarta-feira, 29 de julho de 2015

E assim vim embora de Castelo Branco

Com o carrinho carregadinho, carregadinho!
Tadinho do boguinhas...



Só podem estar a gozar...

Acreditam que ainda não recebi o dinheiro que ganhei em saldo no cartão coma compra que fiz no site da Bertrand?!
A compra foi efectuada dia 6.
Só podem estar a gozar com a minha cara!!

Nunca mais visito aquele site para efectuar compras.
Mesmo que tenham excelentes ofertas, que até têm, depois desta palhaçada toda nunca mais o faço!

terça-feira, 28 de julho de 2015

A WOOK está a dar

Adoro estas promoções. Pena é estar sem saldo no cartão...

http://www.wook.pt/?a_aid=526afaca39d15

sábado, 25 de julho de 2015

Ando completamente ausente do blogue. Não escrevo por preguiça, porque não me apetece, mas também não tenho visitado os vossos blogues. Digámos que me dediquei somente à leitura de livros, numa tentativa de compensar todo o tempo que não pude ler durante a universidade.
Mas vou tentar fazer um esforço para voltar :)

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Não faço mais compras na Betrand Online!

Hoje vim escrever, mas vim escrever para demonstrar o meu desagrado.

Para além dos vários problemas que tenho tido com o querido site da Bertrand, que um dia até me passei da cabeça e lhes enviei um email a reclamar forte e feio, as coisas ainda não terminaram.

Dia 6 de Julho resolvi aproveitar umas promoções. Mais 5€ para o cartão, uhuh!
Porém, amanhã, já que devo ir ao Porto, estava a pensar visitar a loja e usar o tal dinheiro que tenho no cartão. Aproveitar o dinheiro e a minha ida lá, já que é raro ir ao Porto. 
E qual não é o meu espanto quando, agora, ao visitar o site, verifico que continuo com somente 1€ e pouco!
Resolvo ir ao email verificar o email que eles me enviaram (já após de mais uma semana da compra) com o montante que ganhei em cartão  e vejo lá um *. Vou ver o que lá diz e encontro o seguinte: "*Valor sujeito a um período de carência de 18 dias após o envio da encomenda. Só após este período poderá ser usado numa nova encomenda."
Ora, fodasse! A sério que estou quase 1 mês à espera para poder usufruir dos descontos que ganhei?!
Juro para nunca mais!
Bertrand só loja física. Online, mantenho-me pela Wook...

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Não fugi!!
Ando é sem vontade para escrever...

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Ai o meu coracion!

Normalmente, nunca meto o carro na garagem. Temos que o pôr de macha atrás, por causa do gancho e temos degrauzinhos para subir, e como o meu pai tem Direcção à força de braços, nunca o metia porque, como não estava habituada, andava ali para trás a para a frente, e ficava a suar. Mas, às vezes, lá tinha que ser, puxar por aquela embraiagem e, até hoje, nunca houve problema.

Mas agora temos o carro da minha irmã, o Clio, que o meu pai arranjou para eu andar com ele e este meto-o sempre na garagem, quer quando estou sozinha, quer acompanhada.
Este carrinho é de 98 e já tem muitos km em cima, quase 230 mil. E o motor estava a berrar, por isso é que a minha irmã o mandou para Portugal. Cá compensava ser arranjado, lá não.

Hoje, por azar, meti o carro chegado mais para o lado mais alto, e tive que fazer mais força com a embraiagem. Não sei se foi disso, só sei que começou a cheirar a queimado e, quando olho para a frente, só vejo fumo a sair do capô. Meto a primeira (que só entra à terceira tentativa) e tiro o carro para fora de novo. Já nem meti o resto que faltava, porque ainda ia ter de puxá-lo à frente porque ele estava torto, e tinha mais um degrau para subir. Com medo que ele me queima-se nas mãos, preferi pô-lo lá fora. Custou-me foi deixá-lo ao Sol. Mas agora que não temos o pinheiro no jardim, não há sombra, e teve que ser.

Agora estou de coraçãozinho nas mãos, à espera que o meu pai chegue para ver. Eu no carro não toco mais. Que medo!

quarta-feira, 15 de julho de 2015

(Apartes)

Isto andava uma confusão de tags então, durante uns tempos, deixei de as usar. Agora ando a tentar voltar a elas, a ver se crio aqui uma maior organização.

Quando vocês me comentam aqui o blogue (e agradeço muito), quando acho que devo responder, respondo também aqui nos comentários, porque me esqueço que vocês não recebem notificação. Depois, lá ando eu a copiar e a ir aos vossos blogues colar. Sou uma tristeza!

Ando a tentar organizar os posts aqui para o blogue, escrever no caderninnho, editar fotos... mas ando com tanta preguiça de estar no computador... que isto vai-se arrastando, e arrastando... Mas há-de vir cá tudo parar!

Sinto imensa falta do wareztuga. Ando completamente perdida! Não sei o nome de metade dos filmes que queria ver, tinha lá séries que também não me recordo do nome delas... uma tristeza!

terça-feira, 14 de julho de 2015

Leituras 2015 #8

Olá, olá!

Então cá venho eu com o livro


A Rapariga no Comboio

3/5


Este é um triller psicológico. Este livro teve uma imensa divulgação, muito falado, muito comentado por esses blogues fora, muito comprado ao livro "Por Parte Incerta", de Gillian Flynn (que eu desconheço, por isso, não posso comentar esta comparação.)

É o primeiro livro que leio desde género, e tenho a dizer que gostei e que quero mais!
Porém, não pretendo reler este.

De início, prendeu-me. Só queria ler, virar a página e descobri mais! Todavia, começou a arrastar-se tanto, com tantas voltas, não se desenvolvia, e começou a tornar-se um bocadinho aborrecido.
Mas não consegui parar de lê-lo, mesmo assim. Porque queria saber!

Esta história é contada em 3 vozes: temos a Rachel, que é a nossa rapariga no comboio. Ela é divorciada, vive num quarto alugado na casa de uma antiga colega/amiga e tem problemas com o álcool, que faz com que se esqueça de certas memórias e as confunda. 
Ela tem uma rotina: todos os dias, à mesma hora, ela anda de comboio. E neste percurso ela observa sempre as mesmas casas, observa sempre o mesmo casal, casal esse com quem "fantasia". Lhes dá nomes e lhes imagina uma vida.
Depois temos a Anne, a actual companheira do ex-marido da Rachel. 
E, por fim, temos a Megan, a mulher que a Rachel observa do comboio.

Ou seja, a história destas 3 mulheres acaba por estar interligada.

Este livro conta a história dividida por dias, e esse dias estão subdivididos em parte de manhã e parte de tarde. E a Megan vai contando coisas passadas, enquanto que a Rachel e a Anne se focam no presente.
Por acaso, gostei da forma como este livro esta organizada. É dinâmico, prende uma pessoa à sua história, a que querer saber o que se vai suceder a seguir.

Mas o final desiludiu-me bastante! Estava à espera de algo tcharan! e, afinal, é algo previsível e sem nada de extraordinário.
Esperava algo mais surpreendente, inesperado e chocante!
Foi pena... E perguntei-me, muitas vezes, como é possível o livro estar a ser tão falado e ter tido aquele número enorme de vendas.

Já a escrita da escritora é super simples. Um livro de fácil leitura, simples, em que as páginas vão passando sem darmos por isso.

No entanto, quando terminei de ler este livro, pensei: "como livro, é só mais um livro, não é nada de mais, mas como filme, talvez resulta-se melhor" e, ao que parece, vai mesmo haver filme! E isto alegrou-me bastante!

O guião foi escrito por Erin Cressilda Wilson e Tate Taylor e  a Emily Blunt será a nossa protagonista, a Rachel.



E vocês, já leram o livro? Que acharam?

Deixo-vos aqui também um vídeo, com a opinião da Joca, Little House Books








http://www.wook.pt/ficha/a-rapariga-no-comboio/a/id/16448613/?a_aid=526afaca39d15Sinopse:
O êxito de vendas mais rápido de sempre.
O livro que vai mudar para sempre o modo como vemos a vida dos outros.

Todos os dias, Rachel apanha o comboio... No caminho para o trabalho, ela observa sempre as mesmas casas durante a sua viagem. Numa das casas ela observa sempre o mesmo casal, ao qual ela atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente.

Até que um dia...

Rachel assiste a algo errado com o casal... É uma imagem rápida, mas suficiente para a deixar perturbada.

Não querendo guardar segredo do que viu, Rachel fala com a polícia. A partir daqui, ela torna-se parte integrante de uma sucessão vertiginosa de acontecimentos, afectando as vidas de todos os envolvidos.
Páginas: 320
Editor: TopSeller
Preço Editor: 17,69€
Críticas de imprensa
«A Rapariga no Comboio é o mais envolvente romance com um narrador inconfiável desde Em Parte Incerta. Este livro vai deixar os seus leitores arrepiados.»
New York Times


segunda-feira, 13 de julho de 2015

Ora se lê uma coisa, ora se lê outra

Como em tenho dedicado mais à leitura de livros, tenho posto a leitura de blogues de parte.

Houve uma altura em que lá ia eu, de tablet na mão, enfiar-me na cama, a ler os vossos posts. Mais de 1hora nessa tarefa.
Mas, agora, depois de tanta ressaca de livros, ando a tentar devorá-los. Então, após terminar a novela Jardins Proibidos, agarro-me ao livro da mesinha de cabeceira, e não quero saber de mais nada!

Por tanto, a minha ausência dos vossos espaços deve-se a isto. Mas calma que eu, uma vez por outra, dou um saltinho aos posts que me aparecem aqui no feed e que me parecem interessar. Mas limito-me só a isso, a ler. Ando com preguiça de escrever.

A Biblioteca Cresceu #3 Junho

Ando desaparecida do blogue porque também ando desaparecida do computador. Tenho mil ideias para novos posts, tiro fotos, passo para o pc, começo a editá-las, e o tempo boa. Quando dou por mim, já não há tempo para publicar. Ainda por cima, gerindo dois blogues, não é fácil.

Mas, finalmente, vim cá dizer-vos o que o mês de Junho trouxe para a minha estante.



Muita coisa, como podem ver.

Alguns já vos falei anteriormente (Mistério na Califórnia, A Rapariga no Comboio (já lido e, em breve, já vos trago a minha opinião), Onde estão as crianças? e Incarnate - Encarnação) e agora trago-vos os restantes, comprados em 2ª mão. Adoro livros em segunda mão! Mais baratos, algumas vezes como novos, mas outras com algumas marcas (coisas mínimas) e amarelecidos, mas eu adoro! Livros com marcas e amarelecidos são livros com vida! Com história!

Então cá vamos,
vieram 4 livros da serie A Irmandade da Adaga Negra. Aos pouquinhos, a colecção lá vai ficando completa.




E as compras em segunda mão continuam. Com a minha possível ida para a França, tenho procurado livros em que a sua história se passe em terras francesas, e eis que surgiu este livro, Encontro na Provença, (este livro está, neste momento, com 40% de desconto no site WOOK), da autora Elizabeth Adler. Dois livros dela este mês. Será boa? Espero que sim!



E outro livro passado em terras francesas foi o Segredos de Paris. Estou curiosa...




Finalmente já consegui ter tempo para me dedicar às leituras como deve ser. Por tanto, opiniões chegaram em breve. Se destes livros (A Rapariga no Comboio já está no forno, a cozer para sair) ou de outros, isso já não sei. É conforme o que me apetecer ler naquela altura. :)

Que este verão seja repleto de boas leituras para todos! :)

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Que seja eterno

Há uma pessoa que entrou na minha vida quando eu tinha somente 6 anos. Ela era a minha catequista. Foi quem me ensinou o mundo católico. Que me fez conhecer o que é realmente a igreja.
É uma pessoa que me é muito querida, de quem gosto muito e que considero, não uma amiga, mas um membro da minha família.
São muitas as recordações que tenho com ela, recordações que me aquecem a alma e o coração.
Há pessoas que nos marcam, que nos marcam muito, e que queremos ter sempre por perto. Ela é uma delas.
Mesmo depois da catequese terminar, mantemos contacto e lá nos vamos encontrando e estando juntas. E sabe tão bem...

Ontem recebi uma má notícia. Sobre o projecto final. Foi-me dada uma nota, baixa, injusta, e com uma justificação estúpida. Caiu-me mal, muito mal! Senti-me magoada, enganada, injustiçada, revoltada. Chorei muito. Tudo isto podia ter sido evitado. Mas não foram capazes de o fazer, de manterem a sua palavra perante os outros, e de terem sido sinceros comigo. 
A magoa e a revolta eram tantas que pouco dormi. E o pouco dormi foi para sonhar com esta merda e acordar ainda pior. Adormeci várias vezes a chorar. Mexi e remexi-me enquanto dormia.

Hoje tinha combinado com a minha catequista irmos comer um gelado. Uma gelataria que abriu aqui perto e que tem os gelado muito bons (está aprovada!).
Disse à minha mãe que não me apetecia ir. Acordei cansada, com sono, ainda me sentia magoada e revoltada. Só queria estar sozinha, com as minhas coisas. Que me deixassem em paz!
Mas, estava combinado, e lá me preparei para ir.
E, digo-vos, ainda bem que fui. Porque desabafei. Porque falei de milhentas outras coisas. Porque recordei coisas boas. Porque aliviei a cabeça. Porque troquei ideias e opiniões.
Sinto-me mais leve. Sinto-me melhor. E agradeço pela pessoa fantástica que ela é e por ter entrado na minha vida!

Há pessoas que valem a pena. Há pessoas que nunca devem sair da nossa vida.

terça-feira, 7 de julho de 2015

As Revistas da Cristina

Sim, desde que ela foi lançado que as tenho comprado todas. É aquele tipo de revista que consigo ler do início ao fim!
Nas viagens de autocarro, não conseguia ler os livros, mas conseguia ler a revista. Era a minha companhia.


Infelizmente, o mês passado, não a consegui comprar. Com as coisas do projecto, os trabalhos, a queima, fui adiando, adiando, e quando ontem me apercebi que já ia sair a nr 5, pensei que já não ia conseguir arranjar a 4. E eu que queria tanto ler a entrevista do Ciganito...

Mas hoje fui até às bombas aqui perto e, para além da nr 5, trouxe também a nr 4! E a 4 trazia um brinde: uma amostra do perfume da Cristina: MEU!



De início tem um cheiro amargo, que depois se torna doce. 
Nõ é mau, mas não é do meu agrado. Eu sou mais de florais.
Mas gostei desta amostra. Já ando há uns tempos, com vontade de conhecer o seu aroma, e assim fiquei a conhecer. :)

Ainda não tive tempo de ler a revista, como é óbvio, mas já li a entrevista do Quaresma, e o que vem a seguir do Quintino, que gostei. 
Machos não é comigo. Gosto dos menos machos.




E, já agora, ao trazer as duas, apercebi-me que as lombas formavam algo. Parece que, todas juntas, daqui a uns mesinhos, temos uma Cristininha.


O telefonema estranho

Número da zona do Porto. Atendo o telefone.
Eu: Estou.
Pessoa: Boa tarde! É a esposa do José Oliveira?
Eu: Não, é a filha. E ele não é José Oliveira. É José .......
Pessoa: Ah! Obrigada.

E desliga.

Perceberam? É que eu não...

http://4.bp.blogspot.com/-zxXiXcd8EjY/VQyqs3bkwtI/AAAAAAAAD8o/FuF_sPuNDVg/s1600/8XC9Vr3.gif

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Finalmente!!

Ontem foi a minha apresentação do projecto final de curso, já fiz as alterações todas que tinha a fazer, e já imprimi tudo. Já mandei fazer o livro a cola quente lá como eles querem, e amanhã é só ir levantá-lo.
Portanto, férias!!

http://media1.giphy.com/media/fWj2TR9mfYJ56/giphy.gif

Tenho as cadeiras todas feitas, a licenciatura concluída, e estou muito orgulhosa de mim... E não fui exame a nada! Se tivesse ido, tinha notas melhores, é certo, que tenho ali dois 11 entalados. Mas se queria fazer tudo à primeira para este fim-de-semana me pôr a andar daqui, tinha que ser.

E agora já me posso voltar a dedicar aos blogues, aos livros, às séries, a tudo! E sinto-me feliz!

http://30.media.tumblr.com/tumblr_llgoe0UhAe1qiqanfo1_r1_400.gif